por Vitor Hugo Japa

Pense diferente com a ajuda das 22 regras de roteiro da Pixar

"Entender como funcionam essas histórias é entender um pouco sobre nós mesmos".


Alguns anos atrás eu li sobre as regras de construção de roteiro do time da Pixar, um compilado de frases super interessantes, tweetados pela roteirista Emma Coats. De tempos em tempos eu revisito essa lista em busca de ideias para o trabalho, para a vida e refletir sobre desafios ou mudanças que estão por vir.

Animações da Pixar são obras de arte, histórias profundamente ligadas ao comportamento humano. Entender como funcionam essas histórias é entender um pouco sobre nós mesmos, eu imagino.

Apesar de estar formatado para roteiro, boas reflexões podem ser provocadas sobre acreditar no próprio potencial de solucionar problemas e o valor do trabalho  duro.

Então lá vai, conheça as 22 regras e reflita sobre:

REGRA #1

Você admira um personagem mais pelas tentativas dele do que pelos seus sucessos.

 

REGRA #2: Você precisa ter em mente aquilo que é interessante para você como público, não aquilo que o diverte como escritor. São coisas BEM diferentes.

REGRA #3: Tentar escrever sobre um tema é importante, mas você só vai saber do que a história realmente trata quando chegar ao final dela. Agora, reescreva.

REGRA #4: Era uma vez ___. Todo dia, ___. Um dia, ___. Por causa disso, ___. Por causa daquilo, ___. Até que, finalmente ___.

REGRA #5: Simplifique. Foque. Junte personagens. Pule os desvios. Vai parecer que você está perdendo algo valioso, mas isso vai te libertar.

REGRA #6:

No que seus personagens são bons? Jogue-os na direção oposta. Desafie-os. Como eles reagem?

 

REGRA #7: Crie o final antes de escrever o meio. Sério. Finais são difíceis, deixe o seu funcionando desde já.

REGRA #8:

Quando terminar sua história, entregue-a ainda que não esteja perfeita. Num mundo ideal ela estaria, mas siga em frente. Faça melhor da próxima vez.

 

REGRA #9:

Quando você estiver bloqueado, faça uma lista do que NÃO aconteceria a seguir. Muitas vezes o material para te desbloquear vai aparecer.

 

REGRA #10: Lembre das histórias que você gosta. O que gosta nelas é parte do que você é; e você precisa reconhecer isso antes de usar.

REGRA #11: Colocar no papel te ajuda a executar. Se a ideia perfeita ficar só na sua cabeça, você nunca vai poder compartilhá-la com ninguém.

REGRA #12:

Descarte a primeira coisa que te vier à mente. E a segunda, a terceira, a quarta, a quinta… tire o óbvio do caminho. Surpreenda-se.

 

REGRA #13: Dê opiniões aos seus personagens. Passível e maleável pode parecer agradável conforme você escreve, mas é veneno para o público.

REGRA #14: Por que você precisa contar ESTA história? Qual a crença queimando dentro de você que mantém a história acesa? Esse é o coração dela.

REGRA #15:

Se você fosse seu personagem, nessa situação, como você se sentiria? Honestidade empresta credibilidade a situações inacreditáveis.

 

REGRA #16: O que está em jogo? Dê-nos uma razão para torcer pelos personagens. O que acontece se ele não conseguirem? Dificulte a vida deles.

REGRA #17: Nenhum trabalho é desperdiçado. Se não está funcionando, desencane e siga em frente, até que ele volte e seja útil mais tarde.

REGRA #18:

Você precisa se conhecer, saber a diferença entre dar o seu melhor e encher linguiça. Uma história é feita de tentativas, não refinamentos.

 

REGRA #19: Coincidências que colocam os personagens em apuros são ótimas, coincidências que os tiram delas são trapaça.

REGRA #20: Exercite-se: pegue os blocos que constróem filmes que você odeia. Como você os montaria de forma que você AMASSE?

REGRA #21: Você precisa se identificar com as suas situações/personagens, não apenas escrever coisas legais. O que faria você agir da mesma maneira que eles?

REGRA #22: Qual é a essência da sua história? A maneira mais econômica de contá-la? Se você souber isso, pode partir daí em diante.

Não deixe de conferir também o livro Criatividade SA que detalha a jornada do time criativo, processos e cultura da Pixar além de falar sobre a realização de alguns dos filmes mais admirados do estúdio.

Leia o texto original no blog da Emma Coats
Imagem de capa do artigo do livro Criatividade SA


Escrever comentário sobre Pense diferente com a ajuda das 22 regras de roteiro da Pixar